Qualicorp faz mudanças tributárias e prevê ganho

A Qualicorp, administradora de planos de saúde, promoveu várias mudanças tributárias que trarão impactos positivos ao balanço da companhia entre 2016 e 2018. No primeiro trimestre, o lucro líquido terá um acréscimo de R$ 150 milhões e no acumulado do ano, de R$ 198 milhões. Para efeitos de comparação, o lucro de 2015 foi de R$ 241 milhões.

O benefício fiscal é proveniente, principalmente, do ágio da rentabilidade futura de cinco aquisições. Cerca de 90% do ganho de R$ 150 milhões vêm da transação com o Carlyle, que comprou 70% da Qualicorp, por R$ 1,1 bilhão, em 2010. Nos dois anos seguintes, o Carlyle vendeu sua participação na abertura de capital e em bolsa.

A Qualicorp mudou três de suas empresas para Barueri (SP). Com isso, a alíquota de ISS caiu de 5% para 1%, gerando uma economia de R$ 25 milhões em tributos. “Em 2015, trabalhamos em planejamento tributário, numa profunda revisão para ganhar eficiência”, diz Grace Tourinho, diretora de relações com investidores da Qualicorp. A empresa está tornando sua estrutura societária mais enxuta e transferindo algumas operações para negócios do grupo cuja tributação é menor. Um exemplo são debêntures que passam a ser emitidas pela corretora e não mais por meio da holding, o que vai gerar uma economia de R$ 11, 5 milhões em impostos. Os ganhos apurados não são apenas contábeis e sim geradores de caixa, uma vez que haverá menos pagamento de tributos. Os benefícios fiscais vão gerar um ganho de R$ 38,2 milhões no lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em 2016.

Os ganhos tributários ajudarão a Qualicorp a enfrentar a recessão em 2016. A companhia acredita que a margem Ebitda ficará no mesmo patamar de 2015, ou seja, de 35,9%, mas esse percentual representa uma queda de 2,96 pontos percentuais em relação a 2014. Ainda assim, o desempenho da empresa em 2015 ficou acima das projeções do mercado. No quarto trimestre, o lucro líquido cresceu 224%, para R$ 61 milhões, e a geração de caixa foi de R$ 111 milhões, o equivalente a 68% do Ebitda.

Hoje, a Qualicorp lança um projeto piloto focado em prevenção de saúde. A iniciativa será por meio da Gama, operadora que faz gestão de planos de saúde pós-pagamento (cujo prêmio é pago após o sinistro) e aluga sua rede de credenciadas a outras operadoras. Inicialmente, o projeto será voltado aos funcionários da Qualicorp. A prevenção é uma das principais apostas do setor para controlar o aumento crescente nos custos na área da saúde, que hoje é baseada no tratamento de doenças. O novo negócio será tocado diretamente pelo presidente da Qualicorp, Maurício Ceschin, que é um entusiasta do tema desde a época em que era presidente da ANS, entre 2010 e 2012.

Fonte: Folha de São Paulo.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *